Horror Ensolarado.

Ir em baixo

Horror Ensolarado.

Mensagem por Melinoe em Dom 20 Fev 2011 - 18:51

No entardecer de mais um dia comum no Acampamento Meio-Sangue, Annie Chase recebe um comunicado importante de Quíron. O Oráculo fizera uma nova profecia para ela. Chegara o momento de uma nova missão. Sendo levada até a Casa Grande, Quíron lhe mostra escrito num papel o que a profecia dissera:
-"Perante o Horror Ensolarado de Miami, vai a filha de Hades lutar. Com o inimigo adormecido, se quiser escapar, deverá se unir, e mais uma vez retornar, ou se destruir..."
Apesar das palavras misteriosas do Oráculo, Annie tinha confiança em si mesma, e sabia que em profecias nada era o que parecia ser. Confiante, ela foi levada pela van de Argos até a uma Floresta de Miami, onde a Névoa era mais fraca. De acordo com Quíron, se algo fosse acontecer naquele Estado, seria ali...
X-oooooooooooooooooooooooo-X

Enquanto isso, Luke Castellan estava perante Cronos(seu pai), recebendo ordens para sua missão de batismo, já que acabara de ser reclamado. Ele era um meio-titã novato, ainda não estava realmente acostumado com o mundo de monstros onde fora submerso. Treinara um pouco, apenas para ver suas habilidades testadas por seu rigoroso pai.
-" Você vai até a Floresta do Eco em Miami. Quando chegar lá, quero que faça duas coisas. Primeiro, destrua o Basilisco que guarda a floresta. Depois quero que roube um dos ovos da criatura e traga para mim. Meus feiticeiros dizem que o ovo do animal tem propriedades mágicas inespugnáveis, e que pode me fazer mais forte. Entendido?"
-"S-Sim, pai..."
Um tanto assustado, Luke se retira da presença de Cronos, indo até o carro, onde duas Empousas esperam para levá-lo até Miami, e com ele, cumprirem a demanda de Cronos. Na sala do trono de Cronos, um dos feiticeiros de Hécate se aproxime, acanhado, de seu Mestre.
-"S-Senhor, se me permite dizer, creio que a missão do jovem Luke seja um tanto inalcansável para um meio-titã tão recente. Mesmo com as Empousas, ele pode não retornar...- aguardando a resposta de Cronos, o feiticeiro se encolhe ao ouvir uma risada.
-"Eu sei, Petros... Eu sei..."- dito isto, Cronos se levanta do trono, e sai da sala, deixando um pasmo feiticeiro longe de sua presença...
XooooooooooooooooooooooooooX

ANNIE (250hp)
LUKE (100hp)
Empousa1(50hp)
Empousa2(50hp).
avatar
Melinoe
Admin

Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/02/2011
Idade : 24
Localização : Submundo...

Ficha do Meio Sangue
HP:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por Convidado em Dom 20 Fev 2011 - 19:07

A tempos eu queria ir a uma missão, estava começando a me sentir entediada de ficar lá no acampamento, estava precisando acabar com alguns monstros, então meus pedidos foram atendidos!
Aquela profecia não havia me assustado, parecia ser uma profecia como qualquer outra. Só uma parte me intrigava, "Com o inimigo adormecido, se quiser escapar, deverá se unir..." Quem será esse inimigo adormecido? Não sei... Estou andando pela floresta de Miami, com minha espada de fogo maciço, feita puramente do fogo do reino do meu pai, Hades em uma mão, e minha foice sombria em outra pronta para qualquer ataque, atenta a cada barulho, a cada movimento, estava a espera de qualquer coisa... Então eu vou para as sombras que as grandes arvores faziam, e com a pericia de Plutão, ninguem, nada poderia me ver... Mas eu poderia ver tudo...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por Convidad em Dom 20 Fev 2011 - 19:31

Bem, meu pai parecia um pouco rigorozo de mais comigo, achara que não seria tão dificil assim, meu corpo ficava tremulo ao ouvir as palavras deste, pois sim, eu saira do local e iria em direção do carro em que eu vira duas empousas, bem eu me senti um pouco constrangido ao ve-las, elas me olharam de cima a baixo, acho que pensaram algo do tipo: Argh, quem é este perdedor? Bem não fora a melhor coisa que eu havia notado em minha vida mais é verdade. Eu entrara no carro agora percebi que era bonito, não vi direito mais parecia um Mazda, estranho pois isto seria minha primeira missão. Entrei-me no carro e logo atrás de mim as duas empousas, quando sentaram no banco ao meu lado... senti na verdade vontade de rir, bem vamos dizer que elas não sentaram, acho que não. Virei-me para o outro lado, e fiquei observando o que estava localizado do lado de fora do carro.

Bem a cidade ia ficando para trás e logo nos localizavamos na floresta do Eco em Miami, não vi nada por dentro do carro a mata estava grande, muitas árvores, e dava até para ouvir os pássaros cantar, e o gorgolejar das águas que estariam por perto, achava eu. As empousas saiam do carro, virei-me novamente para o lado para não rir, sério era muito estranho. Então abri a boca e logo ditei algo.

- É aqui? - Dizia eu com a voz ainda um pouco tremula.

As empusas balançavam as cabeças, os cantos dos pássaros paravam agora, eu olhara para o céu, ele estava bonito, um pouco de luz refletia em minha face fazendo com que a vista tremeluzia, o canto dos pássaros acabara, mais ainda o gorgolejar da água continuava. Eu não dera conta disso ainda, fiqueium pouco parado ali, então comecei a procurar o mostro que deveria matar, o "Basilisco". Adentrei um pouco a mata as Espousas atrás de mim eu achei que tudo iria ficar bem até que ouvi um estrondo, um barulho imenso vindo em nossa direção comecei a correr e logo uma das empousas falara.

- Corrrra Heroizinho!! - Ditava ela.

Fiquei surpreso mais elas também correram, tirei um pouco de coragm que me restava ali, e logo tirei minha foice das costas, as Empousas pararam, e eu disse para elas atacar, uma delas atacou mais logo olhou para os olhos do Basilisco e transformou-se em pedra. "O que é isso?" Pensei. Eu disse então a outra.

- Não olhe nos olhos dele. - Eu gritava para a empousa.

Ela parece entender, e então recoou, eu realmente nunca vira algo do tipo, ficava a espera de um milagre.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por Melinoe em Dom 20 Fev 2011 - 19:51

Cedo demais, Luke notou onde havia se metido. Ao ver sua Empousa virar pedra, ele pôde tomar consciência de quem ele estava enfrentando. O Basilisco não era um mosntro supérfluo, era cruel e veloz, mortal como uma Hidra e forte como um Drakon. O Basilisco se arrastou entre as árvores, tentando pegar Luke. No caminho ele esmagou a estátua da Empousa morta, e continuou seguindo. Logo Luke virou numa trilha da floresta, e acompanhado de sua Empousa sobrevivente, alcançou o campo de visão de Annie.
Embaixo das sombras, Annie estava protegida do poder do basilisco, então ela conseguiu ver a aparência horrenda do animal. Como uma Serpente Marinha, o Basilisco era grosso e comprido, esverdeado por toda a extensão de seu corpo. Presas tortas saltavam por entre seus lábios, e seus demoníacos olhos amarelos congelavam a alma, literalmente. Na dúvida se deveria ajudar ou não, Annie ouviu a Empousa gritar para o menino que vinha com ela:

-"Não pare de correr, seu menino estúpido! Se ficar vai morrer!!!- o medo da Empousa fazia fogo escapar de sua boca involuntariamente.
-"Fiquei com cãimbra. Meu corpo está adormecido!!"- Luke estava desesperado. A convarde Empousa jamais morreria para salvá-lo, mas certa profecia motivava uma Filha de Hades naquela tarde, então talvez nem tudo estivesse perdido...
avatar
Melinoe
Admin

Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/02/2011
Idade : 24
Localização : Submundo...

Ficha do Meio Sangue
HP:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por Convidado em Dom 20 Fev 2011 - 20:26

Eu continuava a andar pelas sombras, estranho ainda não ter visto algo... Começo a ouvir alguns barulhos, e alguem gritando.

- Não olhe nos olhos dele! - Hãn? Não olhar nos olhos de quem? Quem estava falando aquilo? Não estou entendendo nada, tinha mais alguem na floresta a não ser eu. Então nesse momento vejo um garoto e uma empousa correndo de algo, quando vejo mais atras, algo como uma enorme serpente, enorme mesmo! Tentei não olhar em seus olhos como presumo que foi o garoto que disse, mas eu já tinha olhado, mas nada tinha acontecido, o que quer que ele faz não me surtia efeito, acho que por eu está usando a pericia de plutão. Eu não sabia o que fazer, se eu o ajudava ou não, eu não ajudaria a empousa de jeito nenhum, um monstro? Claro que não! Não tinha certeza do que deveria fazer, do que era certo, estou nesse dilema ajudo ou não ajudo, o que me traz mais outro o que a empousa está fazendo junto com o menino? Por que não o ataca? Acho que seja porque ela também está correndo da enorme serpente...

-"Não pare de correr, seu menino estúpido! Se ficar vai morrer!!! - A empousa falou, Wow!! Espera ai?! A Empousa está ajudando o garoto?! Deve ser coisa da minha cabeça! Não acredito no que meus ouvidos ouviram, Nunca que um monstro ajudaria alguem ainda mais um meio-sangue! Acho que ele possa ser uma meio sangue, no meio da floresta correndo de uma serpente com uma arma em mãos, para ser mais precisa pude perceber ser uma foice. Mas eu ainda não entendia porque a empousa estava o ajudando! Ela só pode estar drogada! Monstros se drogam? Annie foco! Um monstro ajudando um meio-sangue, não é possivel, tem algo muito! Mas muito errado! Não deu tempo mais para pensar nisso, foi nesse momento que o garoto caiu no chão.

-"Fiquei com cãimbra. Meu corpo está adormecido!! - O garoto estava claramente desesperado, a empousa continuou correndo sem se importar com o garoto, claro monstros não se importam com meio-sangues, vou deixar de pensar sobre a empousa, ela é o que menos emporta agora, o garoto ainda estava no chão a enorme serpente estava chegando cada vez mais perto dele, eu não sabia se o ajudava ou não, ele estava junto com um monstro, não sei o que posso esperar dele, não sei se devo confiar nele, minha parte fria pedia para deixa-lo morrer, ela estava com um monstro, não se deve confiar em monstros e quem anda com eles, mas minha outra parte pedia par ajuda-lo, para não deixa-lo morrer de maneira alguma... Até que num rapido flash tudo se clareou... "Perante o Horror Ensolarado de Miami, vai a filha de Hades lutar. Com o inimigo adormecido, se quiser escapar, deverá se unir, e mais uma vez retornar, ou se destruir..." Mas é claro! Ele era o inimigo adormecido! Tinha que ajuda-lo! Mas espera ai! Um inimigo? Então eu certamente não deveria confiar nele muito menos ajudar! Mas não se deve tentar contrariar profecias, eu ajudaria o garoto mesmo sendo meu inimigo, acho que isso explica a parte dele está junto com uma empousa, mas depois eu teria uma conversa com ele, se ele tentasse algo eu acabava com ele, simples, então sem mais pensar em nada por não ter tempo invoco 2 cães infernais e os mando atacar a serpente, também nos olhos, mas não olha-los,assim ganharia tempo, e se ele atingissem os olhos ele ficaria cego, e seu poder não faria efeito, então quando invoquei os cães sai das sombras e com minhas asas negras voei rapidamente até o garoto segurei seus braços e levantei voo, com ele, nossa ele era pesado, não poderia ir muito longe, assim que não aguentava mais voar voltei a terra com ele o deixei no chão apontei minha espada em seu pescoço fazendo um pouco de pressão.

- Quem é você? O que faz aqui? Quero saber tudo... - Ele me diria tudo que eu quisesse saber, eu salvei a vida dele, ele me deve isso...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por Convidad em Seg 21 Fev 2011 - 6:29

Tecnicamente eu voltaria para pegar a Empousa, eu estava caido, praticamente sem sentir as pernas, eu largara a foice, minha cabeça doia seguidamente, de minha perna retirava a faca, caso este me ataca-se digamos que seu olho direito não seria o mesmo, eu acho minha mira era bem boa, na verdade não tinha certeza, estava na reação da "Adrenalina", acho que posso considerar isto, bem eu achara que estava perdido, e até dois cães aparecerem ali, bem eu achei no momento que estava realmente louco, pois sim, não por eu ter visto dois cães infernais, era por ter um Basilisco. Eu ainda via a Empousa saindo do local, e com um gesto obvio gritei.

- Volte aqui Empousa inútil. Meu pai irá ficar sabendo disto. - Eu ditava com clareza. - Ou melhor eu irei caça-la.

Bem acho que não ia não, eu não havia puxado este sentimento que meu pai possuia, pelo menos diziam que possuia, esta seria vingança, mesmo assim senti ódio muito ódio da Empousa. Bem eu realmente iria morrer em minha primeira missão, acho que eu seria ainda mais inútil do que a Empousa? Não sei ao certo, pois sim, vi os cães infernais atacarem aquele, calculei que este seria minha chance de sobrevivencia, tentei então levantar-me e a conclusão não obteve sucesso, logo então vira uma garota de cabelos louros, bem atraente em certo caso, mais o que havia acontecido? Estavam querendo me aniquilar? Vi então que a garota me puchara pelos braços, seu cabelo louro voava fortemente aos ventos, não queria ser salvo por ela, acho que ela pensara algo do tipo: Que garoto covarde! Isto me deixou realmente constrangido, bem por questão de milézimos puxei a foice do chão, a asa desta era estranha nunca vira algo do tipo, seria um Semi-Titã? Ou Meio-sangue? Acho que era assim que eles chamavam filhos de Deuses. Meu cabelo balançara, não sentia minhas pernas, o foco de luz veio em minha face novamente, a luz tremeluziu como um raio, e então não vi mais nada, fiquei de olhos fechados, com a foice na mão direita e a faca na esquerda.

Ao ver que já estava no chão, não dera conta disto ainda mais ela estaria com uma espada, nada amigável mais em direção de minha garganta acho. Sem querer ofende-la em qualquer ipotese, logo peguei a lamina da foice e direcionei, no momento ela disse algo, escutei com calma, e por fim, coloquei a lamina da foice da direção da lamina da espada dela.

- Isto está me deixando intrigado. - Disse eu. - Haaah!!! Bem, sou filho de Cronos, e sou um semi-titã.

Então me sentei, ou ao menos tentei, logo uma gota minima de suor escorria perante meu rosto, meu cabelo estava esculhambado, logo fitei-me na missão, "Papai vai me matar!" Pensei, bem devia minha vida a garota, sim isto era verdade, mais se continuasse a querer isto devia me manter na missão, se não ela ou meu pai me difamariam. Logo então fiquei de pé, eu olhei a garota, a cãimbra havia afetado um pouco minha perna mais nada que pudesse me prejudicar eu acho. Tentei dizer algo minha voz falhou, pensei em minha mãe, "coitada" não sabia o que ao menos acontecesse comigo.

- Não se preocupe, acho que não lhe encomodarei mais. - Dizia eu com um ar amigável. - Vou me direncionar a missão.

Levantei-me não sabia o que ela iria fazer, se permetiria minha saida ou querera minha ajuda, acho que no momento eu seria de tanta. Logo esperei algo, ou alguma coisa acontecesse.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por Melinoe em Ter 22 Fev 2011 - 17:14

Luke foi pego por Annie quando o Basilisco estava prestes a pegá-lo. Os Cães Infernais foram destruídos logo depois de cegar o Basilisco, que os esfarelou com seus dentes venenosos. Mesmo cego, o Basilisco podia sentir o cheiro e o calor corporal dos seus alvos. A criatura estava protegendo seu território e seus ovos, e não descansaria até destruir os invasores...
A empousa logo se arrependeu de ter fugido na direção oposta aos outros. O Basilisco sabia de sua localização, e a seguiu com afinco. Derrubando uma árvore, que impediu sua passagem, o Basilisco a devorou com uma única mordida, sem piedade. Enquanto Annie e Luke conversavam, notaram a aproximação do Basilisco, que já sabia da localização dos dois, e corria na direção deles destruindo todas as árvores ao redor. Se antes restava dúvida se deveriam se unir, agora Annie e Luke estavam cercados por um monstro terrível, que circulava com sua cauda todas as árvores ao redor. O Basilisco exibia seus dentes venenosos, afiados como navalhas da morte, e flexionou seu corpo como que se preparando para o bote de uma serpente. Ao menos agora eles poderiam olhar o monstro nos olhos...


Annie(100hp)
Luke(98hp)
Empousa1(0hp)
Empousa2(0hp)
avatar
Melinoe
Admin

Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/02/2011
Idade : 24
Localização : Submundo...

Ficha do Meio Sangue
HP:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por Convidado em Ter 22 Fev 2011 - 19:54

Um filho de Cronos hum... Não me surpreendi, já virá varios filhos dele no acampamento, mas aquele não... Mas, porque ele está aqui? O que está fazendo aqui? Com uma empousa? Porque ele não foi para o acampamento quando descobriu ser um semi-titã? Porque... Porque, porque, porque! Só nisso pensava, tinha muitas duvidas em relação a ele, mas acho que depois minhas duvidas seriam esclarecidas, pelo menos parte...

-Não se preocupe, acho que não lhe encomodarei mais. - Ele disse amigavel - Vou me direncionar a missão.

Missão? Missão de que? De onde? Acho que nunca tive tantas duvidas e fiquei tão confusa... Ele não era do acampamento e estava em missão... Será que... Não, não sei, depois descobrirei, agora tinhamos coisas mais importantes para fazer, como acabar com a enorme serpente, teria que ter a ajuda dele, mesmo que não achasse muito legal isso, afinal ele é meu inimigo... Senti alguns tremores, a serpente está se aproximando, temos que ser rapidos.

- Olha, não vamos ter tempo para conversar, aquela serpente está atras de nos, se não trabalharmos juntos, nos dois vamos morrer, então... - Eu peguei um de meus escudos, o de dragão negro e lhe dei, já que ele não possuia nada que o pudesse ajudar a se defender - Tome cuidado, muito cuidado, eu já tenho um plano é o seguinte... Eu vou invocar mais um cão infernal, o deixarei parado mais a frente, a enorme serpente tentará come-lo obvio, então quando ela abrir aquela boca eu jogarei minha pedra flemejante - Lhe mostrei minha pedra, era de um redondo perfeito, muito negra e um pouco brilhante- Essa pedra produz fogo então, bye bye serpente, então vamos nos esconder, e esperar ela cair nessa armadilha. - Ele pareceu entender tudo, otimo.

- Vamos para nossas posições. - Eu fui para tras de uma grande arvore, enorme mesmo, o garoto fez o mesmo só que mais atras, eu invoquei um cão infernal e o deixei mais a frente, ag ora só era esperar a serpente chegar e tentar morder o cão obvio, ele era quem estava mais perto, então eu com a geocinese lançaria a pedra dentro da boca dela... Então eu e o garoto ficamos esperando, porque estava na hora de queimar um monstro de dentro pra fora...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por Convidad em Qua 23 Fev 2011 - 12:25

Bem, a garota estava no meu campo de vista ainda, posicone-me ao ver esta falando o tal plano bem, acho que seria um pouco inteligente, razoavel, tah bom, foi um ótimo plano, tive que admitir. Pois sim, o ar da garota ainda parecia um pouco dúvidoso sobre a meu respeito, queria falar algo a esta, mais ela me lançou o escudo no mesmo momento, então o segurei com a mão esquerda. "Nada maú". Pensei, retirei a foice e logo fiquei em posição de de batalha a espera deste. Me toquei, eu deveria me esconder, coloquei me fone, reitei o Mp4 de meu bolso, não gostaria de ouvir o estrondo que haveria ali. Liguei este no último que poderia, e logo coloquei um som bem pesado para que não podesse ouvir. "Scream - Misfits." Me senti um pouco psicodélico a ouvir o começo da música, ela começava com Michale Graves o vocalista soltando alguns berros, bem não quero me referir a música e sim a batalha. Me escorei na árvore, "mergulhe no seu pior pesadelo." Pensei ouvindo a música que queria dizer a mesma coisa, quando a música já estava prestes a terminar vi aquele monstro, estava cego por, isso me fez ter mais medo, cada segundo dali era muito importante, meu tom de face já não era o mesmo, eu estava pálido, então no momento que a música iria acabar este soltou um rúgido gigante, no mesmo momento Michale Graves berrou. "Screaaaaaaaaam". Me senti melhor, eu não havia escutado o tal rúgido, por um minuto eu havia esquecido da batalha, fiquei mais psicodélico ainda, tomei coragem e retirei o fone, fiquei observando o cão infernal, parecia um minimo pedaço de carne para aquela serpente.

- Humph! - No momento começava a musica Punkin Head. Mais eu já não ouvira mais a música. - Ela tem talento. - Murmurei tão baixo que achei que aquilo havia sido um pensamento.

Fiquei mais escorado na árvore, agora eu estava no meu pior pesadelo, como ditava na música, eu ri, mais não era momento de achar graça, girei a foice a finquei no chão bem devagar. Eu estava preste a lançar no monstro caso algo acontecesse com Annie, bem eu nem sábia o nome dela, ri pensando no que haveria depois daquilo, eu pensei ainda mais quando eu iria pegar o ovo da criatura. Parei de rir, coloquei um tipo de capuz que eu havia em minha jaqueta, nem percebera disto, coloquei isto para que a criatura não me notasse, mesmo sem os olhos ele não se deixava por vencido era uma criatura incrivel. Coloquei o escudo perante minhas costas agora, já estava com dor de tanto ficar na árvore, acho que ela havia um tipo de sárapico. Olhei para ela e quis dizer algo como: Agora, vai!!! Acho que ela percebeu, caso acontecesse algo com esta eu partiria com tudo para cima do monstro. Bem, eu não tinha nenhum tipo de habilidade mais acho que causaria alguns problemas ao monstro, por eu ser até um pouco estrategista em casos de vida ou morte. "Vamos acabar com isto". Pensei.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por Melinoe em Sex 25 Fev 2011 - 19:23

O Basilisco estava pronto para dar o bote. Apesar das habilidades da filha de Hades, aquela não era uma criatura comum, como um telquine fraco que você mata na floresta. O Basilisco era um ser ancestral, de quinhentos anos, e tinha uma motivação-mor para sua fúria. Seus ovos não poderiam ser tocados por seres humanos. Seus filhotes deveriam estar protegidos. O Basilisco estava na posição de ataque, cercando as árvores ao redor da semi-deusa e do semi-titã, com seu corpo compridíssimo. O monstro se deteve brevemente perante um Cão Infernal que lhe rosnava, e que mais parecia um chiuaua, se comparado em tamanho, ao monstro reptiliano. A serpente brevemente chiou em seu silvo infernal, cuspindo no monstro da filha de Hades algo parecido com uma gosma verde....
Era ácido das Profundezas, que liquefez o Cão, rapidamente. O Basilisco então enrolou sua cauda, comprimindo tudo ao redor, e arrebentando dezenas de árovres no processo. Sua cauda vai arrancando as árvores e raspando no solo. Sua cauda atingiu o filho de Cronos, que tinha sua audição prejudicada pelos fones de ouvido. O semi-titã foi lançado para o alto, e caiu alguns metros à frente. Por sorte ele tinha o escudo nas costas, que o protegeu de uma morte horrível. Já a filha de Hades teve menos dificuldades. Erguendo voo, ela conseguiu escapar da maior pancada, mas um pedaço de árvore a atingiu nas costas, fazendo-a cair.
Caída próxima à terrível criatura, Annie era um alvo fácil para o monstro, que arreganhou sua boca, descendo num bote certo. Mas o monstro esquecera que a Filha de Hades era ardilosa. Em sua mão direita, a pedra flamejante jazia intacta. A semi-deusa lançou a pedra, com toda sua força de vontade naquele lance. Era um acerto ou sua vida. Felizmente, a pedra acertou o alvo, e a criatura engoliu, de fato. O Basilisco parou de supetão, como que engasgado com o item-surpresa. Uma parte do monstro estremeceu, com a explosão. Então veio a nojeira. O monstro cuspiu um verdadeiro mar de veneno e sangue, mas ainda não estava morto. Avariado, o Basilisco se retorcia, nervoso, e Annie percebeu que , se pudessem matar aquele monstro, o momento seria agora. Naquela mesma hora, o Filho de Cronos vinha correndo em sua direção, na posição de batalha. Era o momento mais decisivo para aquele inimigos-unidos...


Annie (220hp)
Luke(80hp)

Basilisco(75hp)
avatar
Melinoe
Admin

Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/02/2011
Idade : 24
Localização : Submundo...

Ficha do Meio Sangue
HP:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por Convidado em Sab 26 Fev 2011 - 16:23

Isso, isso, quase lá... A enorme serpente estava quase dando o bote, e eu segurava firme a minha pedra flamejante, só esperando ela abrir a boca para acabar com ela... E, e, e... Que isso? Aaaaah fala serio, está brincando? Aff, só pode tá drogada também, do nada ela parou e está chiando para o cão, então ela... Vomitou no cão? Do nada o cão sumiu, aquela gosma deve ser acida, quando vejo, arvores sendo derrubadas pela serpente, teria que sair dali, não deu tempo de avisar o filho de Cronos, sua audição estava prejudicada pelos fones, eu levantei voo com minhas asas negras e pude ver que ele foi jogado pela serpente, espero que ele fique bem... Aiiiiiii, alguma coisa me atingiu acho que uma arvore. Quando atinjo o chão meio desnorteada levanto a cabeça, a serpente estava bem a minha frente, ai meus deuses! Ela abriu a boca, foi ai que eu me lembrei e vi a pedra flamejante em minhas mãos, deu um pequeno sorriso.

- Bye bye, cobrinha! - E joguei com a pedra toda a minha força nela, era minha unica chance, se eu errasse seria meu fim, e o do garoto, eu tinha que acertar! Não podia errar, eu confio em mim mesma sabia que não me deixaria morrer, nem o garoto, mesmo sendo meu inimigo, minha vida não acabaria aqui... Yes! Sabia que não erraria! Uuuhuu! Sou demais! Tá parei, queria o que? Eu quase morri! Então a serpente começou a ter um ataque, ficou se retorcendo no chão, ela não estava morta, quase mais ainda não, teria que dar o golpe final agora, então vejo o filho de Cronos correndo até mim, bom, ele não morreu, agora teriamos que dar um ponto final naquele monstro, então eu pego minha espada de fogo maciço e a observo. Aquela espada era feita de puro fogo do reino do meu pai, sem duvida poderosa, pode cortar quase qualquer coisa, então eu vou até a serpente, e com um golpe, com toda a minha força, tento lhe decepar a cabeça...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por Convidad em Dom 27 Fev 2011 - 17:23

Bem digamos que este não era o melhor dia de minha vida, além de nosso plano for a água abaixo eu havia recebido a tal pancada que me atirou longe, mais como sou filho de Cronos eu possuia ainda uma pequena carta na manga acho que não seria tão fácil me matar, pois sim, me concentrei e logo logo comecei a me regenerar, não todo apenas um minimo de vida, isto seria de meu porte pois sou filho de Cronos. Me levantei e logo vira Annie, ela acabara de lançar a bomba bem na boca do animal ele se retorcia, então eu correra em direção desta, não sei porque eu ainda havia algum sentimento por esta, eu queria defende-la. Acho porque ela já haveria salvado minha vida uma vez.

- Tome Cuidado! - Berrei com a foice na mão. - Esse bicho é traisoeiro.

Logo então corri dando me impulso, eu havia treinado pontaria, e do nada pensei, "estou com escudo também, quase esqueci". Bem coloquei uma de minhas mãos para atrás de meu corpo e logo lancei a foice com toda minha força em direção da cabeça do animal, acho que seria muito dificil ele desviar pois estava se contorcendo todo.

Após ver o bicho com o corpo atordeado, eu me direncionei ao lado de Annie caso este reagisse eu tentaria defende-la com escudo que me dera a poucos minutos atrás. Nunca me dera em conta mais acho que eu e esta formamos uma bela dupla.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por Melinoe em Dom 27 Fev 2011 - 21:10

O Basilisco ainda se contorcia em desespero. A gigantesca serpente agonizava em dor, e não teria muitas forças para se defender. Pelo movimento frenético do animal, ele não foi decapitado, mas recebeu o impacto da espada de Annie a da Foice de Luke, em seu tronco. Ícor imortal e veneno jorraram dos ferimentos do animal. Por pouco a dupla não se afogou no líquido imundo. Juntos, eles haviam retirado a vida do animal, que ainda chiava de dor. O monstro imenso se desfez em areia, e teve sua essência mandada de volta ao Tártaro. Aquele era o fim do Basilisco da Floresta. Os dois parceiros se encararam estáticos, imaginando se haviam mesmo derrotado o bicho. Era bom demais pra ser verdade. Do pó do Basilisco, restou apenas dois objetos estranhos. Eram duas Adagas Venenosa, em forma de Serpente. Cada um recolheu uma, e guardou em sua mochila.
Annie estava aliviada por se livrar do animal, mas ela ainda notava muita preocupação nos olhos de Luke. Ela não sabia, mas o filho de Cronos ainda não terminara sua missão. Ele ainda teria de encontrar o Ovo do Basilisco, e não sabia como pedir a ajuda de sua parceira, ou contá-la sobre suas intenções para com o objeto. Annie não sabia, mas se ela quisesse ajudar a deter Cronos, deveri impedir que Luke levasse embora o Ovo. Assim como Luke não sabia que, ao entregar o Ovo, ele poderia estar ajudando a destruir aquela menina, com quem ele tanto simpatizara. Eles estavam no limiar da profecia. No ponto máximo. O que os dois fizessem agora determinaria o bônus e o ônus de ambos. Talvez fosse por isso que Cronos, de seu trono, os observava com a ajuda da magia de Petros, ao lado de sua serva, a Deusa Melinoe...


Annie (215hp)
Luke (90hp)


Recompensas pelo BASILISCO:
Annie: Adaga Serpente Envenenada. 50exp.
Luke: Adaga Serpente Envenenada. 50exp.
avatar
Melinoe
Admin

Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/02/2011
Idade : 24
Localização : Submundo...

Ficha do Meio Sangue
HP:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por Convidado em Ter 1 Mar 2011 - 20:01

Ao destruir a enorme serpente me sinto leve, feliz, não tinha saido como eu planejei, mas pelo menos conseguimos, aquela enorme serpente deu trabalho devo admitir, mas agora tudo tinha acabado, a profecia se cumprira totalmente... Ou não. Bem agora eu quero descansar, minhas costas ainda estavam doendo por causa da arvore que me atingiu, então me sento no chão, me encostando em uma arvore que tinha sido arrancada, coberta por sombras, alias, não havia uma arvore em pé por uma longa extensão... Olho para o garoto, que agora me dou conta que não sei nem o nome, ele ainda parecia preocupado, não entendo o motivo desta preocupação, afinal tínhamos conseguido o matar a serpente, cumprimos nosso objetivo, bem... Pelo menos o meu objetivo eu cumpri... Agora acho que nem disso mais tenho certeza, agora eu queria tirar minhas duvidas, sabe, conversar com o garoto, quero saber o porque dele está aqui e tudo mais, e tentar descobrir o porque dele ser meu inimigo.

-Bem... Antes de mais nada, gostaria de saber qual é o seu nome? - Bem nem dei tempo dele falar, estava querendo logo lhe perguntar aquelas perguntas desde que nos encontramos, então joguei logo todas as perguntas - E o que você faz aqui? Você também está em missão para destruir a serpente? Porque estava junto com monstros? E porque nunca o vi no acampamento? - Essa eram minhas perguntas, agora só espero pelas respostas...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por Convidad em Ter 1 Mar 2011 - 20:17

Bem soltei um tipo de desabafo e logo andei até a tal serpente, peguei a tal adaga e a lhe coloquei em um de meus bolços, logo então subi no topo da cabeça desta e arranquei minha foice que se localizaria perante sua cabeça desta, uma pequena jorrada de sangue pegava em minha roupa, bem tentei limpar mais não consegui com sucesso. Coloquei a foice nas costas e queria sair de fino para poder localizar os Ovos e pegar no minimo um deste. Pois sim, eu iria sair, isso era tudo o que eu mais queria mais persegui que a garota já havia falado algumas perguntas, pareci não entender e logo respondi.

- Bem... o que? - Falei com um tom estranho. - Já disse, sou filho de Cronos, sou um Semi-Titã, e estava com estas por estar na minha primeira missão. E... chamo-me Luke. Tenho que ir, foi legal conhecer você. - Ditei pensando que esta não iria falar maiss nada.

Ditei, com clareza, bem direnciei perante a mata não sabia se esta me seguiria ou não e então virei-me para dar a ultima olhada para esta, sorri, e adentrei a mata sem saber se esta viria átras de mim ou não. Pensei que tudo daria certo até acontecer algo que eu não imaginara, eu voltava a ter caimbra, bem não quis demostrar nada, então entrei mais ainda fazendo que o campo de visão desta não podesse me ver.

- Adeus. - Ditei sorrindo.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por Melinoe em Seg 7 Mar 2011 - 17:33

Seguindo mata a dentro, Luke encontrou uma clareira. Por entre o topo das árvores, raios de sol entravam, iluminando o centro da mesma. Lá havia uma espécie de ninho, com dois ovos de basilisco. O mais curioso e bonito de tudo, era que o ninho não era feito de palha ou galhos secos, mas sim de objetos de prata e bronze, tornando o cenário ainda mais inóspito e belo. Luke iu diante de si a oportunidade máxima de agradar seu pai, e foi direto até os ovos. Mas para sua surpresa, ele viu surgir como que por mágica, Annie Chase, a Filha de Hades que anteriormente o auxiliara. A semideusa usara a Perícia de Plutão, e escondera-se nas sombras, surpreendendo o meio-titã. Annie não tinha certeza do porquê, mas algo dentro dela, como que o sussuro de seu pai, lhe dizia para impedir Luke de levar os ovos. Ele, por sua vez, estava ficando furioso com a persistência daquela garota insolente. Pela primeira vez, ele sentia de fato o sangue de Cronos em suas veias, e isso lhe deu certo poder. Luke se preparou para lutar com sua ex-aliada, que lhe fez coro. Os dois estavam atentos a cada passo do outro, tão atentos, que eles não notaram a figura que surgiu na clareira, e enfeitiçou um dos ovos. Era Melinoe, que a mando de Cronos, tentava por fim na vida da semideusa inimiga.
O ovo enfeitiçado começou a rachar, anunciando algo como um gemido. De dentro do ovo, um filhote de basilisco surgiu, contorcendo-se para a vida. Naturalmente, sua primeira iniciativa seria comer, e talvez por isso Melinoe soltou uma gargalhada estridente. A dupla se virou, e tempo de ver a Deusa liberar o filhote de monstro. Luke reconheceu Melinoe, pois já a vira antes com seu pai. Por isso não entendia porque sua aliada agora o atacava. Já Annie, agora entendia tudo claramente, como a fonte de água cristalina. Agora mais uma vez eles teriam de se unir, para depois, só então, lutar entre si pelo ovo. Ambos nunca foram tão fãns de Melinoe quanto agora...


Annie (215hp)
Luke(90hp)

Filhote de Basilisco (60hp)
avatar
Melinoe
Admin

Mensagens : 7
Data de inscrição : 20/02/2011
Idade : 24
Localização : Submundo...

Ficha do Meio Sangue
HP:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por 'Luke Castellan em Qua 16 Mar 2011 - 18:12

[OFF] Creio que poderemos continuar a missão Melinoe, voltei \õ/ dai é só Annie postar '-'
avatar
'Luke Castellan
Campista novato
Campista novato

Mensagens : 2
Data de inscrição : 16/03/2011

Ficha do Meio Sangue
HP:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por Convidado em Seg 18 Abr 2011 - 20:37

Quando vi Luke indo em direção ao ovos, não via motivos para o mesmo ir atrás deles, só depois me toquei que ele queria eles, para que eu não sei, mas não o deixaria levar, alguma coisa dentro de mim dizia para não deixa-lo fazer isso, além de contas ele era meu inimigo, e nós dois mesmo tendo que nós unir antes, ainda não confiava nele, além dele ser um semi-titã, isso não me agradava em nada, quando ele me viu, parece que não ficou nada contente, com certeza ele não queria que eu estivesse ali vendo aquela cena, ele não queria que eu tivesse seguido ele, então tinha alguma coisa muita errada, com aqueles ovos e ele, até que ouso algo estranho, quando olho na direção do barulho, desviando meus olhos de Luke, vejo o ovo se partindo, Loke também não esperava por aquilo, então ouso uma gargalhada e... Começo a entender tudo claramente, já não era hora, eu jogo minha adaga envenenada no filhote, e com minhas assas voo por cima dele e voando para baixo tento cravar minha espada nele...

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Horror Ensolarado.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum