Missão -- Marcus Phantom

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Qui 28 Jul 2011 - 11:52

Marcus estava em seu chalé, quando alguém começou a bater na porta. Ele foi ver o que era, mais quando abriu a porta não havia nada lá. Depois de se deitar de novo, as batidas voltaram, e quando ele abriu não havia nada de novo. Mais quando ele se virou, um homem, mais parecido com um esqueleto, apareceu do nada na frente dele, fazendo ele dar um pulo.
O homem estava examinando Marcus.

- Esse vai servir. Bom, preciso que você vá até São Francisco, no Alcatraz, há rumores de que um monstro antigo e muito poderoso anda se agitando lá. Eu temo que seja Campe - ele disse ainda examinando Marcus.
Depois de dar as instruções, o homem se desfez em ossos, daria um bom trabalho limpar aquilo do seu chalé.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Qui 28 Jul 2011 - 12:14

-pelo menos podia ter ido ate o chale de Hades- falei então pequei os meus itens e chamei sorento e fomos ate alcatraz quando chegamos pedi para que sorento ficasse de guarda e que caso eu precisa-se dele eu somente assoviaria e entro na prisão

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Qui 28 Jul 2011 - 12:18

Ao entrar na prisão, vários ruídos perturbadores vinham aos ouvidos de Marcus. Uma presença maligna estava ali em baixo.
Ali, era a prisão dos ciclopes e centímanos, por isso, ainda deviam ter alguns ali, aprisionados.
A cada vez que Marcus adentrava mais na prisão, mais profundos eram os sons, até que dava para ser ouvido sibilos, e rosnados. O que quer que estivesse ali a frente, podia causar problemas.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Qui 28 Jul 2011 - 12:39

pego a minha espada de ouro e o meu relógio escudo(modo escudo)
e vou em direção a o barulho chegando la tinha uma mulher com a parte de baixo parecendo um dragão com o cabelo parecido com o da medusa
-campe-pensei quando vi a criatura vindo em minha direção

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Qui 28 Jul 2011 - 18:39

A sala na qual Marcus havia entrado era ampla, com vários montes de terra, gigantescos, e muitos buracos também. No centro da sala, havia uma mini arena, e na arena haviam duas Dracaenae lutando. Não se sabe por que... e Campe estava lá.
Mas Campe nem notou o herói, estava mais ocupada vendo uma luta entre duas Dracaenae.
Mas mesmo a luta, não era mais importante que um almoço, quando as duas Dracaenae sentiram o cheiro do herói, sibilaram, pararam a luta e se viraram na direção em que o herói estava.
Uma delas estava vestindo uma armadura de couro, com uma rede e um tridente. A outra estava com um escudo de bronze polido e uma espada curta de bronze celestial.
Campe, estava em um monte muito alto. Ela estava ali só olhando a luta, mas quando viu o herói, pulou do monte e caiu em um buraco completamente negro, um lugar não muito legal. Campe estava mais abaixo da prisão, cabia ao Marcus procurá-la de novo.
As Dracaenae tinham achado um almoço fácil...
- Hmmm, meiosangue.... - disse uma delas, na expectativa de fazer seu almoço.
A que estava usando o tridente avançou para Marcus, tentando lhe furar a coxa.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Qui 28 Jul 2011 - 19:11

pego o meu chicote vermelho e chicoteio a mão da que estava com o tridente que o deixou cair o tridente rolo e pego o tridente e enfio na barriga da outra Dracaenae pego a minha espada de ouro na cabeça da outra Dracaenae


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Qui 28 Jul 2011 - 19:18

Marcus conseguiu derrubar o tridente da mão da Dracaenae, porém, quando ele foi fincar o tridente na barriga da outra, viu que ela estava longe, ficando fora de alcance.
A Dracaenae que havia acabado de perder sua arma, jogou a rede em cima de Marcus, e lhe derrubou com sua cauda, mas como estava desarmada, não pôde fazer muita coisa.
Marcus está preso na rede.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Qui 28 Jul 2011 - 20:55

pego a minha espada e corto a rede e uso o tridente da Dracaenae 1 para mata-la e jogo o meu na outra em sequida eu pego a minha espada e corto a cabeça da 1° e jogo o outro tridente na 2° Dracaenae

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Qui 28 Jul 2011 - 21:07

O tridente cravou na armadura da Dracaenae que estava longe, e ao toque do bronze celestial, a Dracaenae se transformou em um pó mais parecido com areia.
A outra Dracaenae, que estava ao alcance de Marcus, teve sua cabeça cortada.
Ao examinar melhor a sala, o herói viu que na parede havia escrito em grego antigo.


Στο αριστερό τούνελ, βέβαιο θάνατο αναμένει την απροετοίμαστη μυαλό ενός ήρωα.
Το τούνελ στα δεξιά είναι η διαδρομή επιλέγεται από τους ήρωες που προτιμούν ωμή δύναμη.


Haviam dois túneis pelos quais o caminho teria de ser escolhido pelo herói, mais qual caminho você escolheria?

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Qui 28 Jul 2011 - 21:13

eu pego as minhas armas e as das Dracaenaes e sigo pelo caminho da direita


Última edição por marcus phantom em Qui 28 Jul 2011 - 21:37, editado 1 vez(es)

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Qui 28 Jul 2011 - 21:34

Marcus havia escolhido o túnel da direita.
O túnel era como uma conexão de esgoto, redonda, escorregadia, e cheia de jaulas. A maioria das jaulas estava completamente vazia. Mas tinha outras que tinham monstros, alguns dos monstros eram cães com duas cabeças e cauda de serpente, com certeza um monstro nada amigável. Outras jaulas eram ocupadas por Dracaenaes, que quando viram o semideus, quase derrubaram a porta das grades, com tanta vontade de almoçar.
Parecia que o túnel nunca acabaria, mas depois de meia hora caminhando, vendo os mais diversos monstros presos em jaulas, o herói percebeu que seus olhos começavam a arder, com certeza era o veneno de Campe.
Após mais quinze minutos caminhando, lá estava ela, Campe. Mas ela não tinha notado o herói, ela estava ocupada de mais falando com um ser que estava em uma das jaulas.
Lá dentro tinham cinco ciclopes, com o rosto cheio de terror.
Campe estava rindo deles, e a cada gargalhada do monstro, os ciclopes se encolhiam tentando se esconder mais ainda nas jaulas.
Mas quando Campe estava em meio à uma de suas ''torturas psicológicas'' ela percebeu que algo estava errado, mas não era o Marcus. Outra coisa havia chamado sua atenção, e lá foi ela voando, até subir em um morro e soltar um grito ensurdecedor.
Uma batalha violenta estava sendo travada, sem dúvida, pois era possível ouvir rugidos de Campe e vários rosnados, espadas e flechas sendo atiradas.
Os ciclopes, que já tinham percebido Marcus, estavam fitando ele, com os rostos cheios de pavor.
Um dos ciclopes havia avançado na frente da jaula e seu único olho estava cheio de súplica, como se quisesse de um jeito ou de outro fugir dali, mais o medo tomava conta dele e de seus irmãos.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Qui 28 Jul 2011 - 21:44

pego a milha espada e destruo o cadeado e digo -pelo amor de Poseidon voltem para as forjas imediatamente de deixem campe comigo- e assim eles obedecerão acho que era por causa de eu ser filho de Poseidon em sequida eu fui atras de campe

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Qui 28 Jul 2011 - 23:53

Os ciclopes ainda estavam apavorados, mas saíram da jaula correndo.
- Obrigado, irmão - o último falou, enquanto saía da jaula.
A batalha entre Campe e o que quer que seja ainda estava sendo travada do outro lado daquele morro, ele era muito alto para escalar, então o melhor seria optar por dar a volta.
O lugar onde Marcus estava tinha a jaula dos ciclopes (então vazia), o morro pelo qual Campe havia pulado por cima, o túnel de onde Marcus veio, e outro túnel, ainda inexplorado.
Esse outro túnel seria a melhor alternativa, a não ser por ele estar fazendo estranho ruídos, mas era a unica saída.
A entrada do túnel é adornada com espadas e esqueletos, e quando Marcus chegou mais perto para examinar o túnel, um homem saiu correndo de lá apavorado, ele não conseguia falar praticamente nada.
Ele estava usando uma camiseta que um dia fora branca, toda arranhada, e um jeans surrado.
- Ele é horrível !!! - o homem estava completamente apavorado, e ficava repetindo isso, o tempo todo.
Após dizer isso, pela quinta vez, o homem saiu correndo, completamente apavorado, pelo túnel que o Marcus havia vindo.
Talvez aquele túnel seja uma boa escolha, ou não.


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Sex 29 Jul 2011 - 11:22

aonde ele saiu eu entrei abri o meu escudo relógio e corri para dentro do tunel

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Sex 29 Jul 2011 - 12:56

A cada passo de Marcus, o túnel ia ficando maior, até que ele se viu em outra sala, mas aquela sala se parecia mais como uma sala de um trono.
E realmente, depois de melhor examinar, tinha um trono negro no meio da sala, que não estava ocupado mas no centro da sala, um pouco a frente do trono, tinha um homem ajoelhado. Um homem não, um garoto de não mais de 15 anos. Ele usava armadura grega completa, e nas suas costas tinha uma lança gigantesca.
Ele estava ajoelhado perante um homem de mais de 2m, ele estava usando um terno preto.
Ao que parecia, esse homem estava dando ordens ao que estava ajoelhado.
Mas o que ele estava fazendo ali?
Nenhum dos dois tinha percebido o herói. Atrás do trono tinham mais dois túneis. Seria impossível entrar em qualquer um dos dois sem ser notado pelos dois que estavam no centro da sala.
Eles estavam longe, por isso não se podia ouvir a conversa.
Depois de um tempo, um gigante entrou na sala e se ajoelhou diante o homem, depois se levantou e começou a falar algo também.
Era impossível ouvir qualquer coisa, por causa da distância.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Sex 29 Jul 2011 - 15:23

corro ate o trono e fico parado ali na parte detrás onde deu para mim ouvir o que eles diziam ate que o gigante sentiu o meu cheiro

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Sex 29 Jul 2011 - 15:32

O gigante sentiu o cheiro do semideus, mais para a sorte do herói, o gigante era um amigo.
Ele era um dos ciclopes que Marcus havia acabado de libertar, ele fez um aceno com a cabeça para o lado de Marcus e desenhou uma palavra com os lábios ''espere''.
O ciclope fez outra reverência para o homem e foi até Marcus. O homem nem ligou para o ciclope, mas o garoto ficou olhando para ele. O ciclope pegou um barril que havia no fundo da sala e depois foi até Marcus e falou:
- Entre.
O herói entrou, vendo que um amigo estava ali em baixo.
O ciclope caminhou até outra sala e colocou o barril no chão e falou para Marcus sair. Ao sair, Marcus notou que ali tinha praticamente um arsenal completo.
O ciclope estava olhando atentamente para Marcus e lhe disse:
- Não desafie aquele homem, o meiosangue que está com ele é um traidor. Ele é filho de Hiperíon. Um semi-titã muito forte, cuidado com ele. Quanto ao homem, ninguém sabe quem ele é, mas ele irradia um medo intenso, e o cheiro dele é mais forte do que qualquer monstro. Campe estava lutando com alguns monstros que fugiram, mas ela logo virá até aqui, você precisa se preparar, mais me desculpe se eu ir embora.
Terminado de falar com Marcus, um gigante Lestrigão apareceu na sala, com um porrete cheio de espinhos em mãos.
O lestrigão investiu contra Marcus, tentando transformá-lo em panqueca.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Sex 29 Jul 2011 - 17:35

rolo por entre as pernas do gigante e dou uma espadada nas pernas do gigante

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Sex 29 Jul 2011 - 17:48

O lestrigão não esperava aquele movimento, mas como ele era um monstro muito forte, não virou pó ao toque do bronze celestial.
Mas o ciclope, que ainda estava ali na sala, pegou uma lança e cravou na barriga do lestrigão. Agora sim ele estava morto.
Depois de ver o monstro se desfazendo em pó, o ciclope olhou para Marcus.
- Irmão, você precisa sair daqui mas eu sei que você está em uma missão para matar Campe, eu te ajudaria, mas... - ele estremeceu ao pensar em sua carcereira - você precisa correr por aquele corredor - disse ele apontando para uma galeria, muito escura apesar das tochas que estavam presas em suas paredes - corra até o fim dele e lá você achará ajuda, mas se lembre de que aqui é uma prisão e nem sempre quem está preso aqui é bom.
Depois de dizer isso, uma Dracaenae entrou na sala e o ciclope amassou a cabeça dela com um soco, fazendo-a morrer ali mesmo, depois o ciclope deu uma piscada para Marcus e saiu correndo, deixando-o sozinho novamente.
O único caminho viável era o corredor, então lá foi Marcus.
O corredor era feito de pedras negras, mas depois de um tempo ele ficou de terra, um túnel melhor dizendo. O túnel desembocou em outra sala, mais ali estavam reunidas cinco Dracaenae, mas o túnel continuava e seguindo as instruções do ciclope, Marcus continuou seguindo, até que um rosnado dava pra ser ouvido e realmente um pouco a frente dois cães infernais estavam brigando, até que a briga deles resultou em duas mortes. Os cães simplesmente brigaram até morrer.
Mais para a frente, só o que tinha era uma escada e outro túnel, o túnel estava vedado tendo só a alternativa de descer a escada.
Então, depois de descer a escada Marcus reparou que era por ali que Campe estava, mais ela devia estar longe a julgar pelas marcas que ela deixava.
Agora, Marcus estava em uma gruta, cheia de celas com os mais variados monstros. Um pouco mais a frente, podia-se ouvir relinchos, alguém prendera um cavalo ali em baixo, e era realmente um cavalo lindo.
Ele era completamente branco, não era um pégaso, e sim um cavalo que cuspia fogo. Colunas de chamas saiam do seu nariz e da sua boca em quanto ele tentava se livrar de um lestrigão que estava tentando colocar a cela nele.
Ao ver o herói, o cavalo conseguiu mandar uma mensagem para ele dizendo ''salve-me, por favor''
.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Sex 29 Jul 2011 - 17:54

pequei o meu tridente e o atirei no gigante bem ba hora em que o cavalo soltou suas chamas

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Sex 29 Jul 2011 - 17:59

O gigante que estava tentando desviar das chamas, na verdade acabou desviando do tridente.
Quando ele percebeu o herói, partiu para cima dele e tentou dar-lhe um chute.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Sab 30 Jul 2011 - 12:00

quando ele vai preparar para me chutar eu rolo para o lado e pego o meu tridente celestial e ataco o gigante

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Sab 30 Jul 2011 - 12:02

O lestrigão percebeu o movimento de Marcus e acertou o chute.
Depois ele pegou uma bola de ferro que tinha no chão e atirou contra Marcus.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Sab 30 Jul 2011 - 12:31

pego o meu escudo relógio e ataco o gigante com a minha espada de ouro e depois com o meu chicote vermelho e jogo o meu tridente no meio do seu peito

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Convidad em Sab 30 Jul 2011 - 12:34

O lestrigão recebeu um corte na perna, e quando Marcus jogou seu tridente, cravou no meio do peito do monstro, fazendo-o desintegrar.
O cavalo ainda estava preso, e poderia ajudar muito se solto e domesticado.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão -- Marcus Phantom

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum